Anti Crise Portugal

Dicas para ultrapassar a crise

Reaproveitar camisolas

leave a comment »

Carteiras, mantinhas e caneleiras feitas num instante!
Para oferecer ou usar.
Expliquei tudo aqui.

Written by Rita

Fevereiro 3, 2011 at 4:28 pm

Publicado em Sem categoria

Embalagens grandes

with 7 comments

Compro sempre gel de banho, champô, amaciador e creme hidratante em embalagens muito grandes (um litro ou mais). Com o gel de banho não sou muito comichosa e em princípio marcha qualquer um de marca branca. Os champôs, amaciadores e creme costumo comprar no Pingo Doce ou no Fabbio Lucci (aposto que a maioria não sabe o que é mas trata-se de um mega armazém que vende as roupas mais feias do mundo e arredores mas que tem meias, cuecas, t-shirts, pijmas e roupa de desporto a preços muito acessíveis. E uma seccção de produtos de higiene com uma óptima relação qualidade/preço. Os produtos são bons e nunca nenhum de nós fez alergia sendo que alguns vêm em frascos com doseador).

O truque está em procurar o preço por litro que é muito mais baixo nas embalagens maiores.
Só que frascos enormes não dão jeito nenhum a mãozinhas pequeninas. por outro lado, as embalagens com doseador permitem poupar muito. Alguns frascos grandes já vêm com doseador mas, para os que não vêm, comprei no jumbo uns 5 ou 6 frascos de sabonte líquido (cada frasco por 0.89€). À medida que se foram gastando, fui reutilizando para outros usos:

 

Written by Rita

Fevereiro 2, 2011 at 1:36 pm

Publicado em Sem categoria

Concerto de Natal – Rivoli – Entrada Grátis

with 2 comments

Para quem viver no Norte e quiser assistir gratuitamente a um concerto de Natal, poderá fazê-lo no teatro Rivoli hoje às 18h30 ou amanhã às 21h.

Mais detalhes em VIVA! Porto – Rivoli Teatro Municipal.

Written by sandrabnoronha

Dezembro 17, 2010 at 5:30 pm

Publicado em cultura, eventos

Valores natalícios

with 2 comments

O Natal… o subsídio de Natal… o balão de oxigénio para muitas famílias (incluindo a minha…)…
Há presentes para comprar, outros para fazer, há “aquela” coisa que fazia falta lá em casa, há isto, aquilo e aquele outro… digamos que os “valores natalícios” são sempre altos, quer cortemos na lista dos presentes, quer não…

Este ano vou dar meia dúzia de presentes a amigos… não mais que meia dúzia, menos que no ano passado. Os meus filhos também terão menos presentes, mas, e aqui está o cerne da questão, vou incutir-lhes o verdadeiro valor do Natal, aquele que ultrapassa religiões, raças e sexos…!

Todas as noites, juntamente com o calendário de Natal, conto-lhes uma estória que considero que tenha a ver com os valores tradicionais do Natal genuíno, aquele que não tem tanto a ver com o consumismo… conto estórias sobre partilha, estórias tristes com um fundo de amizade e amor, enfim, dou-me ao trabalho de procurar 24 estórias cujo tema principal tenha a ver com aquilo que eu penso sobre os valores do Natal!

Paralelamente faço um outro trabalho… esvazio os cestos e sacos e caixas de brinquedos deles e, juntos, procuramos aquilo com que já não brincam… após a selecção, coloco-os em vários sacos, de preferência vermelhos, e vou entregá-los a pessoas da minha terra que eu sei que passam por dificuldades e que, claro, tenham filhos pequenos. Levo sempre comigo o meu filho mais velho, pois o mais novo tem apenas 2 anos e ainda fazia alguma birra por causa dos brinquedos… mas desta forma, além de desocupar espaço em casa (há que juntar o útil ao agradável) preencho o Natal de algumas crianças… bem sei que é um gesto mínimo, mas também sei que quem ganham são elas, as crianças, pois o Natal é delas…

Faço o mesmo com a roupa deles… ao longo de todo o ano, vou dando aqui e ali, peças que deixam de servir ao mais novo, e que ainda estão em bom estado. Agora, pelo Natal, faço o mesmo, ou melhor, continuo…

Este post serve para relembrar que o Natal não é só presentes… serve para relembrar que também nós podemos “ser” o Natal de alguém… serve para nos relembrarmos que os nossos filhos devem crescer habituados a uma nova forma de estar na vida, na qual os valores da partilha, da bondade e da solidariedade devem ter um papel fundamental…

Feliz Natal 🙂

Written by taniacamilo

Dezembro 15, 2010 at 12:50 pm

Publicado em Sem categoria

Tagged with ,

Carteiras baratas, boas e giras, made in Portugal

leave a comment »

[passeando por outros blogs: O Doutor dá Licença? da I.]

A I. dá uma preciosa Dica Féchionista para carteiras de pele verdadeira, made in Portugal, giras e com qualidade. Ide ler! (e nos comentos também há mais moradas)

Written by Catarina Campos

Novembro 24, 2010 at 11:56 pm

Publicado em objectos pessoais

Tagged with ,

Cortar o cabelo

with 10 comments

Precisada de cortar o cabelo e sem vinte euros na carteira, caiu-me do céu uma conversa da mesa do lado – lavar, cortar, pintar, manicure, pedicure, depilação e étecéteras, tudo à borla ou a preços muito baixos, NAS ESCOLAS DE CABELEIREIRO E ESTÉTICA. Ainda não experimentei mas vai ser ainda esta semana. Em Aveiro há pelo menos duas em que não se paga mesmo nada.
Para começar, confesso que não arrisco nada mais que um corte a direito 🙂
Directório nacional de escolas de cabeleireiro e de escolas de estética.

Written by Rita

Novembro 10, 2010 at 9:51 am

Publicado em serviços

Partilha

with one comment

Se calhar, muit@as de nós já praticam quase tudo, mas relembrar ainda não paga imposto.

http://www.ionline.pt/conteudo/87360-comprar-saiba-como-fazer-do-verbo-o-seu-melhor-aliado

Written by flores100

Novembro 9, 2010 at 1:34 pm