Anti Crise Portugal

Dicas para ultrapassar a crise

O stress da poupança

with 17 comments

Com esta conversa toda à volta da ideia de que temos de poupar, eu e o meu marido começamos a adoptar novas formas de comportamento, que para alguns, se calhar, já são hábitos, não de sobrevivência mas de cidadão do século XXI, o século das energias renováveis (supostamente…).
Ficam aqui algumas dicas, provavelmente já conhecidas e utilizadas por alguns, mas de certeza que há aí malta, como nós, que nunca pensou muito no assunto:

– garrafas cheias de água no depósito do autoclismo – objectivo: reduzir a quantidade de água das descargas, mesmo com dois depósitos, para dois tipos de descargas diferentes, há sempre muito desperdiçado…

– baldes de água, vazios, nas wc – objectivo: aproveitar a água fria dos banhos, enquanto não vem a quente, no nosso caso resulta muito bem , pois a wc do nosso quarto é muito distante da caldeira (temos painéis solares🙂 ), enquanto não vem água quentinha, encho um balde de 5 litros de água fria… topam a ideia?? Com a água que poupei, rego as flores, despejo-a na sanita, em vez de utilizar o autoclismo, lavo o chão, serve, portanto, para o que for preciso.

– água dos desumidificadores – objectivo: reutilizá-la, e como? Segundo me disseram, essa água é quase como “destilada”, ou seja, quem utiliza desumidificadores (nós temos 2 24h/24h por dia, vivemos numa zona realmente húmida…) pode reutilizar a água que é retirada da atmosfera doméstica utilizando-a nos ferros a vapor ou de caldeira! Se alguém tem uma opinião contrária, please, digam, pois não sei se é realmente assim… já várias donas-de-casa-profissionais me falaram deste assunto.

– LCDs, plasmas ou LEDS como iluminação da sala/quarto – objectivo: poupar electricidade. Quando só existiam as “televisões antigas”, era necessário uma fonte de iluminação que suportasse a agressiva iluminação das mesmas… mas agora com os modernos sistemas que quase todos nós temos em casa, quando vemos tv não precisamos de qualquer outra fonte de iluminação, pois estes novos ecrãs, para além de serem maiores, irradiam muita luz, a suficiente para conseguirmos ver tudo à nossa volta. Claro que não dá para ler um romance com esta iluminação, mas quem vê tv, não lê romances ao mesmo tempo… daí um candeeirito, de pé ou de mesa, com uma lâmpada económica, para iluminar aquilo que, realmente deve ser iluminado (este é o meu próximo passo, a compra do dito candeeiro!).

– um mealheiro – objectivo: ter pézinho de meia. Este objectivo não é meu, foi retirado de um blog cujo link encontra-se aqui ao lado na barrinha… favor aceder “Economia lá de casa”🙂

E pronto… até agora não descobrimos mais formas básicas de poupar alguma coisa… assim que o nosso estado actual de “economistas poupados” desenvolver mais alguma ideia, mesmo que para alguns já seja um hábito, virei aqui desenvolver!

Written by taniacamilo

Outubro 28, 2010 às 9:56 am

Publicado em Economia doméstica

Tagged with

17 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. boas dicas!

    mais uma dentro deste tema: desligar sempre os pc’s, televisões, leitores de dvd, etc, etc da ficha quando não estão a ser utilizados – é que mesmo em standby todos estes aparelhos gastam ainda electricidade!
    mais info: http://www.ecocasa.pt/energia_content.php?id=8

    sandrabnoronha

    Outubro 28, 2010 at 11:14 am

  2. Uma sugestão que implementei lá em casa há pouco tempo: redutores de caudal em todas as torneiras – tem um efeito de “água gaseificada”, ou seja, dá a impressão que mistura água com ar o que faz com que o consumo de água seja resuzido (para metade, supostamente) e ao mesmo tempo a água não perde a pressão. Ex: demora-se mais tempo a encher um qualquer recipiente mas se for para aquelas coisas tipo lavar qualquer coisa, não se sente a falta da água que se poupa.

    Luis

    Outubro 28, 2010 at 11:28 am

  3. Quanto à água dos desumidificadores posso dizer que resulta muito bem como água destilada para o ferro – já o faço há cerca de três anos. Também se pode aproveitar das máquinas de secar roupa, das que acumulam a água num depósito, é claro.

    meri

    Outubro 28, 2010 at 11:47 am

    • Boa, boa, reutilizar tb a água da máquina de secar!! A minha tem depósito, eheh! :))

      taniacamilo

      Outubro 28, 2010 at 3:30 pm

    • Apenas uma correção, a água que sai dos desumificadores não tem qualquer tipo de tratamento a nivel de ionização, logo, os sais e minerais que são parte integrante da agua em ambiente, não foram retirados, e essa água não pode ser destilada ou desmineralizada. Se assim fosse podia colocar essa mesma água na bateria do seu carro, ela não durava mais de 1 mês…
      Na minha opinião, a água até pode ser usada no ferro, mas não se deve pensar que esta água é a ideal, isso não…

      carlos lopes

      Março 17, 2011 at 5:31 am

  4. uma outra dica para poupar energia, na cozinha, seja gás ou electricidade: planear, sempre que se liga o forno para cozinhar o que quer que seja, outra refeição para aproveitar o consumo de energia. Nunca asso carne que não asse também um frango, por exemplo; fazer empadinhas de qualquer coisa e também uma tarte (vegetariana ou não). Além da energia que se poupa fica-se com uma refeição extra, que pode ser congelada… (se calhar já sabiam…)😉

    meri

    Outubro 28, 2010 at 12:02 pm

    • Olha, nunca me ocorreu! Esta coisa da partilha é fantástica!! Obrigada!!

      taniacamilo

      Outubro 28, 2010 at 3:29 pm

  5. Aqui em casa por acaso já temos isso tudo em prática.🙂, mas obrifado na mesma
    Até mais ler

    CARLA

    Outubro 28, 2010 at 4:12 pm

  6. Também quando cozinho carne para fazer um picado,por ex., cozinho logo o dobro (ou mais), utilizo o que quero e congelo o resto – o trabalho é quase o mesmo e fica-se com meia refeição feita.

    meri

    Outubro 28, 2010 at 4:18 pm

  7. A leitora Paula Cyrne Pacheco pediu para colocar este comento aqui no post:

    Essa de encher o balde enquanto a água quente não vem, não me tinha lembrado. Também é bom para tonificart os músculos dos braços. Já agora, aconselho a alternar (os braços), para ficarem iguais!
    Quando uso o forno, também faço doses cavalares, que depois congelo.
    Já agora, apesar de ser repassada, usem lâmpadas daquelas para poupar. Espremam a pasta de dentes, usando o cabo da escova. Ponham água no shampô e no gel quando parece que acabou pois ainda dá para mais uma banhoca! And…that’s all for today🙂

    catarina

    Outubro 28, 2010 at 9:14 pm

  8. Deixar de Fumar

    jpt

    Outubro 29, 2010 at 3:48 pm

  9. Ou seja, menos água gasta a lavar cinzeiros, toalhas sujas e a combater hálitos mal-cheirosos.

    jpt

    Outubro 29, 2010 at 3:49 pm

  10. Concordo com todas as dicas e cumpro com quase todas já há muito tempo…entre outras…por ex, renegociei o contrato da tv cabo, troquei de tarifario do tele para um mais adequado, tenho tarifa energética bi-horaria (e religiosamente, so faço maquinas de roupa ou loica – cheias! neste horario), qdo uso o forno, tento fazer mais que uma coisa para reaproveitar o consumo, quando faço compras aproveito imenso os descontos a 60% do jumbo (passando a publicidade!)….sei la..tanta coisa…parece que nao, mas estas pequenas coisas todas juntas ajudam bastante na carteira….

    Obrigada por partilhares e trazeres o assunto à baila! bjs

    bymiminhos

    Novembro 3, 2010 at 12:45 pm

  11. O meu cunhado trabalha numa grande superfície de venda de electrodomésticos e foi ele que me disse que podia usar a água do desumidificador no ferro normal ou no de caldeira, e é o que eu tenho feito.🙂

    Ana Jerónimo

    Novembro 22, 2010 at 1:36 pm

  12. podem usar a água dos desumificadores à vontade nos ferros de engomar (com ou sem caldeira). há anos que uso e nunca me dei mal.

    risonha

    Novembro 23, 2010 at 4:18 pm

  13. A questão de colocar uma garrafa de água no autoclismo é uma falsa questão hoje em dia, é preferível reajustar o nível no mecanismo (parafuso plástico) do próprio autoclismo. A Quercus e dicas da maioria dos sites é essa de colocar a garrafa mas o correcto é mesmo ajustar o próprio autoclismo.

    Outras dicas: até há pouco tempo (antes das SCUT) era útil programar as viagens no site da ViaMichelin http://www.viamichelin.pt pois aparecem os custos de portagem e uma estimativa de custos do combustível.

    Usar tomadas com controlo remoto para desligar os diversos equipamentos, por exemplo tenho as aparelhagens, Meobox, router e TV ligados em tomadas dessas diferentes, podendo por grupos desligar o que não me interessa quando ninguém está em casa. Mesmo com tudo em stand-by o consumo pode rondar os 45W, desta forma só se gasta quando é preciso.

    Paulo F.

    Dezembro 12, 2010 at 10:08 am

  14. Olá
    Existem muitas ideias para economizar dinheiro, sem ter que fazer cedências.
    Deixo o exemplo de cozinha com panelas de pressão. Reduz o consumo de energia para cozinhar os alimentos.
    Votos de boas poupanças

    Nuno Casimirono

    Janeiro 25, 2012 at 2:02 am


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: