Anti Crise Portugal

Dicas para ultrapassar a crise

O lúdico

with 16 comments

Como bibliotecária de profissão, tenho de defender aquilo que acredito, e neste caso são, de facto, as bibliotecas e tudo aquilo que têm de bom e, acima de tudo, gratuito!

Em vez de comprarmos livros que lemos uma vez e depois vão servir de bibelot na estante, que tal recomeçar a frequentar as bibliotecas da zona?  As inscrições são gratuitas, palavra de ordem. Os empréstimos, gratuitos. Algumas têm ludoteca, ou seja, jogos e actividades lúdicas, especialmente, para crianças. Têm cds de música e dvds, o empréstimo será condicionado, ou não, mas sempre podem utilizar as salas das próprias bibliotecas. Têm jornais, revistas, generalistas, especialistas. Têm espaços multimédia, computadores e internet.

Quem não está habituado a frequentar bibliotecas, experimente, vão ver que é positivo para a carteira. Quem já as utiliza, lembrem-se de continuar a utilizar, pois é convosco, utilizadores, que sobrevivemos, e quanto mais exigentes forem, melhores serão os serviços prestados!

É gratuito, fiquem atentos às agendas dos vossos municípios!

Written by taniacamilo

Outubro 1, 2010 às 9:11 am

Publicado em Economia doméstica, lazer, livros

Tagged with , ,

16 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. E eu sou uma das utilizadoras da biblioteca “da” Tania🙂

    Alias, conhecemo-nos pessoalmente la😉

    cgmatias

    Outubro 1, 2010 at 10:00 am

  2. Muito bom!
    Estou a adorar…
    Que dicas excelentes!
    Continuem… Parabéns!

    margarida

    Outubro 1, 2010 at 10:19 am

  3. As da minha zona estão abertas aos sábados de manhã. Nem há desculpas para a falta de tempo.

    Flores

    Outubro 1, 2010 at 11:30 am

  4. e também podemos utilizar as bibliotecas em sentido contrário. para além de ir buscar livros são um excelente sítio para levar livros. alguns dos que andavam cá por casa a criar pó, a grande maioria livros técnicos que deixei de consultar, foram parar a prateleiras de bibliotecas. os livros das crianças, aqueles por que não temos especial estima, têm de certeza lugar numa biblioteca qualquer.

    Teresa

    Outubro 1, 2010 at 11:56 am

    • Exactamente!🙂
      Ainda esta manhã recebemos uma doação do género! Há coisas que se aproveitam, há outras que nem por isso…

      taniacamilo

      Outubro 1, 2010 at 11:57 am

      • brevemente vou enviar nova remessa para a biblioteca local… tânia, o que fazem aos que “nem por isso”?

        pal

        Outubro 1, 2010 at 12:18 pm

    • Bem, dependendo do motivo que nos levou a “descartar” um livro, ou vão para a reciclagem, ou ficam guardados até conseguirmos colocar em prática um plano de troca, oferta ou venda simbólica… Se estiver em mau estado, reciclagem com ele. Se for excluído por um motivo temático, desactualização, língua de origem, por exemplo, passamos à 2ª hipótese… posso adiantar que temos aqui umas belas caixas com livros à espera de um fim, que será algo como já escrevi acima🙂

      taniacamilo

      Outubro 1, 2010 at 12:26 pm

      • O problema é quando queremos doar livros e a biblioteca não aceita por falta de espaço😦 Já me aconteceu…

        karla

        Outubro 4, 2010 at 10:18 am

      • Sim, é possível que aconteça, mas há sempre outras bibliotecas no país :))

        taniacamilo

        Outubro 4, 2010 at 11:05 am

  5. Tânia, sinto-me culpadíssima…sei que as bibliotecas são excelentes e o pior (para o caso, porque é uma iniciativa excelente das escolas) é que a miudagem vai visitar bibliotecas com as escolas, ficam encantados e querem voltar e depois a ocupado-preguiçosa da mãe nunca tem tempo…

    Catarina Campos

    Outubro 1, 2010 at 11:58 am

    • É normal… mas sabes que a faixa etária que temos de catitar é precisamente a nossa (isto supondo que tens entre 30 a 40 anos…)? As crianças estão naturalmente fidelizadas, os idosos também, agora… os jovens adultos com habilitações académicas e profissionalmente realizados (minimamente) são aqueles que mais “fogem” das bibliotecas…

      taniacamilo

      Outubro 1, 2010 at 12:28 pm

  6. que engraçado, por acaso tenho agendado um post sobre este assunto.
    eu fui noutro dia e fiquei fã, quase me apeteceu bater a mim própria por ter demorado tanto tempo a lá ir. vim de lá com um livro de uma das minhas autoras preferidas. este sábado vou lá devolver e trazer mais uns quantos🙂

    continuem com o bom trabalho!

    tostão

    Outubro 1, 2010 at 6:18 pm

  7. Olá,
    vim cá ter através das dicas da rtp e tou a ler de ponta a ponta🙂 bom, mas parei neste post e queria comentar, pq cá no municipio não é bem assim😦 trabalho mm ao lado da biblioteca e como adoro ler, ocurrei-me logo isso…seria uma óptima forma de ocupar parte da minha hora de almoço (morta). Qual quê? qual não é o meu espanto quando me dirijo lá e ao dizer o nome me pedem um balúrdio (já não me lembro ao certo) mas era um balúrdio pq qd perguntei o q era aquilo, disseram q era referente à quantia anual desde q deixei de estudar até agora
    eu já nem me lembrava q pagava uma quota na altura e nem tinha dinheiro na carteira q chegasse; eu tenho 33 anos, imagine!
    vou-lhe dizer, acho ridículo isso! tudo bem q mantivessem algum tempo, mas dps, se não utilizavam o serviço, era cancelado. Eu lá vou pagar um serviço q não utilizei 15 anos ou mais? olhe, lá se foram as leituras com mt pena minha, mas fiquei triste, ainda pensei dar outro nome, mas como exigem BI, nada a fazer. Ridículo!

    sonia ribeiro

    Dezembro 14, 2010 at 3:54 pm

    • Bem, estou banza! Não fazia ideia que se pediam cotas e, sinceramente, não acho correcto… nem sei se a DGLB (direcção geral do livro e das bibliotecas) aprova uma medida dessas… deve ser “coisa” interna…! Eu nem sequer concordo no pagamento do cartão de leitor (pelo menos o primeiro cartão, se falarmos numa 2ª via, já concordo, mas mm assim acho que deve ser um valor simbólico).
      Lamento que um município vede dessa forma uma biblioteca à sua comunidade, porque umas das nossas missões, como bibliotecas municipais, é disponibilizar, GRATUITAMENTE, o acesso às vias de informação, sejam livros, net, ou revistas…
      Lamento que isso tenha acontecido… só posso lamentar…

      Tânia

      Dezembro 14, 2010 at 4:01 pm


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: